11 maio 2012

why, why?

E então Dulce Quental cantou a natureza humana e até a noite aqui do interior praieiro fora de temporada virou uma metrópole na rádio das 23h, aquela fm de mpb de fim de trânsito. Urbanóide. Entro no seu filme?
Polaróide de possibilidade inventada na madrugada.
Pique da cidade batucada que nem tem por aqui mas eu ouço mesmo assim.

Pedro.
x