02 fevereiro 2012

só o cheiro do seu cheiro não consegue ser tão fulgaz

não mexe mais em nada
não passa e arrasta
não inicia nem acaba
não provoca
é óbvio
era só perfume.

Pedro.
x