10 janeiro 2012

agora eu tenho calma

drop down diary #25

o pior é esse gosto de falta de assunto que de vez em quando surge nas férias. Alguns dias se passam todos dentro de casa: desespero. preciso sair.

não sei equilibrar dias inúteis com noites incessantes. chega uma hora que tanto faz no sul como no norte. é bom e dilacerante ter algumas coisas familiares sempre acontecendo: gambiarra, a cruz e delícia que se tornou.

falei com Thay sobre o princípio RudyRitteriano de manter as coisas nos seus lugares e o quase-caos que isso me criou. acabo agradecendo ao Rio de Janeiro por me dar a distância na hora certa - além da mudança de objetivos, perceptos e afectos.

retrospectiva de documentários de música popular no ccbb, a pinacoteca que eu nunca vou, o cinema ao lado que não tem nada que preste, o cinema no mundo que não tem nada que preste, os ingressos pra shows que eu comprei e não sei a data, datas dos dias que eu não sei quais são, etc.

a gente se dando abrigo até passarem as chuvas de verão me dá alguma felicidade.
two people gotta stay together.

Pedro.
x