15 novembro 2011

nunca vai ser, nunca vai dar

Estou em casa e por incrível que pareça as coisas continuam pairando. Todas essas coisas que fazem a cabeça pensar demais até doer. Mas eu sou calmo nas horas que não deveria estar e vice e versa, tipo agora enquanto escrevo. Uma angústia se instala. Estou tão sozinho, tão triste, tão... não. Não posso ficar assim, acho.

E, no entanto, tá tudo bem ou vai ficar, ou sempre esteve.

Pedro.
x