24 junho 2011

se não faz sentido, discorde comigo

para ler ouvindo: Não olhe pra trás (Alvin L/Dinho Ouro Preto)


 eu digo que volto e é mentira
nunca volto
avanço quantas casas forem necessárias
pra seguir como posso, quando posso
mas algo da minha essência fica
isso é certo

há algum temor em não pertencer mais,
perceber que sou outro
sou velho
me perdi
me encontrei

  aqui fica parte essencial de ser jovem
de quem se lança
eloquente
menos sabido
incerto de mim
sabendo o que é o bom
um dissonante
 e se não faz sentido,
discorde comigo, não há nada demais
nada menos que citar verso de canção pop radiofônica 
perdida nos meus arquivos
e até isso é possível e cabe

aqui deixo o encargo
de que houve mais de mim
do que o que vai se perdendo enquanto eu vivo
enquanto todos vivemos
e que nunca vai se perder

Pedro.
x