08 maio 2011

sabiá

(tentativa de me acompanhar)

HOJE
hoje faz 12 dias que eu voltei de casa, de Sampa. por mim eu voltaria amanhã, hoje, agora. mas não vai ser possível antes do fim de maio, o que pode arastar bem o mês, embora já tenha passado esses 10 dias. isso não quer dizer muita coisa. o tempo se arrasta quando quer, o calendário não vira a página nem se deixa virar.

essa será a asegunda vez que eu passo tanto tempo no rio e consequentemente longe de casa. como se fosse um mês de agosto de 2010 voltando, porém dessa vez menos alucinante, menos angustiante, menos péssima. não posso negar que apesar da saudade ser a mesma - e chata! - o esforço é menor.

não gosto desses longos períodos . fica uma coisa estranha na cabeça e no coração. como se não pudesse evitar daqui que algo aconteça lá. com uma insegurança adicional, isso vira uma tônica no decorrer dos dias.

e fico aqui sem ver a hora de ir pra casa.

Pedro.
x