26 abril 2011

domingo no parque #82

Sempre ansioso e sempre prometendo nunca deixar mais minha festa. Como pode um peixe vivo viver fora da água fria?

Noites de domingo nunca podem ser consideradas normais sem aquela Catupinga, aquela Caruaba, aquela carona das Allis. Foi um bom domingo, apesar de todos estarem com visível cansaço de quarta feira (Festa das Máscaras no Moinho) e sábado (invasão no Circo Voador, Rio). Mas havia de todo mundo a vontade de fechar com chave de ouro.

Esse domingo estava bom demais. Sempre é muito bom quando é domingo e nossa vontade é grande. Pouca gente, muito ânimo. Eu e Nati na, Lari, Jeff, Tai... Grande resistência.

Fui sozinho, encontrei todo mundo que sempre vai. Constatei que depois de 3 anos os mais assíduos estão aos poucos deixando a casa. Cadê meus amigos?

Assim como eu, muitos viciados estão trabalhando na festa ou morando em outros estados e outros simplesmente cresceram. Perderam! Temos uma nova dj ma-ra-vi-lho-sa, junto da equipe que nasceu pronta. Tem muita coisa ainda e lugares ainda não descobertos (Brasília). Preciso e quero saber.

A distância tem atrapalhado eu e Gambi. Mas trabalhando na GambiRio eu pretendo voltar a ativa, uma vez que estou inserido dentro disso tudo e acho que não vou querer sair mais.

Pedro.
x