05 março 2011

domingo no parque #80

O parque do meu aniversário teve uma grande espera, afinal seria a abertura do carnaval e no domingo não haveria Gambiarra. A sexta feira foi o momento pra desabar por dois dias.

Começou muito bem: minha irmã foi, Rafael foi, teve esquenta forte e lá dentro estava bem vazio. Tudo propício pra uma festa tranquila, divertida e (por que não?) etílica-light, como foi até umas 4h da manhã, quando o parque virou circo. E a parte Black Swan tomou conta.

 Toda a agonia dessa semana inteira foi brotando do chão pra minha cabeça, se misturando com o ar do dia e gerando discursos tipicamente Progressistas de ciúme, vingança e abandono. Drama.
Visto por esse lado é um grande perigo me deixar sozinho, não?

Minha última performance nessa Gambi em São Paulo foi... Sem palavras.

Mas ainda tem mais!
O drama acabou e eu continuei na festa tempo suficiente pra receber uma homenagem linda da Talita Castro e do Taiguara. Inauguraram Marcelo Jeneci na festa pra mim, num momento único pra mim.

Fiquei feliz à beça. Depois dessa eu até fui embora, foi demais da conta.
O Parque do meu aniversário, foi bom demais.

Pedro.
x