20 fevereiro 2011

somos seis bilhões de faróis

para ler ouvindo: Show de estrelas (Marcel Jeneci/Carlos Rennó)


A gente acha que depois de formado, pós graduado, vai ser grandes coisa. Que depois de velho vai ser racional, preciso, independente, um modelo de pensamento, persuasivo, incisivo. Um cara que responde tendo pensado antes.

A gente acha que lendo Levi-Strauss vai se salvar de ser humano. Grande engano. No menor momento a resposta do instinto aparece e nos mostra novamente tão iguais que põe tudo em perspectiva.

No filme mais bobo, se emociona. Um aerosol surge no ar e se espirra. Ganha um bombom e fica descontroladamente feliz.

Nada muda.

Se for o que se é ou se não for, cortar vai te fazer chorar.


Pedro.
x