17 fevereiro 2011

para quem que eu trabalho?

drop down diary 22
(pensamento aleatório de um dia vazio)

Se o recomeço é uma forma de se encontrar, o começo deve ser uma forma de se perder. Preciso começar a trabalhar com algo novo de novo.

Meus empregos não tem um ritmo nem um padrão certo, mas eles surgem e de repente se adaptam a mim (sempre no prazo máximo de 6 meses a 1 ano, no máximo) e depois estou pronto pra outra novidade.

A novidade dessa vez vai ter que esperar um pouco mais pois a faculdade vai pesar nesse semestre. Mas no próximo eu posso tentar algo.

Não necessariamente um estágio, algo divertido que levante uma grana pra dar uma ajuda de custo e um veneno antimonotonia, por que morar Rio das Ostras não-é-fácil.

Pedro.
x