22 janeiro 2011

noite, a horas te espero

ou: Síssi parte I
Para ler ouvindo: Síssi (Marina Lima/Fernanda Young)


E são os mesmos momentos em que eu fico só.

A casa não basta. A cachaça, antes um sonífero, é um impulso pro que está por vir. E São Paulo é novamente minha. É de noite e é minha.

A espera de alguém que não vem. A mulher. Se ela aparecesse seria o fim de um romance de quem está sempre a espera de alguém que não vem. A minha glória é essa.

No entanto o amor tem seus pormenores, me fez estar pronto pra isso. O amor me deu mais do que o sonho e me deu o verdadeiro gosto do amor. Eu curioso pra daná, fui chegando no forró. Sozinho mas não de graça. Vejo vitrines, vejo boutiques. E a noite faz se dia no meu coração.

Ela não me liga mas eu atendo o telefone mesmo assim.

Pedro.
x