07 dezembro 2010

se ao menos você soubesse

Um fim de semana em casa daqueles pra se guardar na memória como um dos melhores tempos. Mas preciso dizer que tudo tem sido tão rápido que até aproveitar os pequenos momentos tem sido em um ritmo acelerado.

Pra começar: essa viagem não estava programada. Não costumo passar fins de semana em casa. É caro, é dispendioso e muito cansativo sair sexta feira de noite, chegar sábado de manhã pra voltar domingo à noite. Porem dessa vez o convite pra vinda a São Paulo partiu da própria UFF, do professor de Teorias da Arte que nos levou numa 5ª feira de madrugada para uma ida a Bienal de Artes. Chegamos 6ª de manhã e o ônibus me deixou praticamente na porta de casa.

Foi o tempo de chegar, almoçar com pai e mãe em casa a tarde (e descobrir que eu realmente estava morrendo de saudades) e anoiteceu com a chegada de uma Gambiarra acelerada. De manhã dormi na minha cama (mais saudades!) e aproveitei os filhos – Elvis e Faisha.

De noite, um novo programa, casa da Tia Ruth pra um aniversário com pizza. Uma das melhores noites. Foi bom fazer tudo isso com quem a gente gosta. Queria fazer coisas com Paah e queria passar tempo com a minha irmã, pai e mãe. Consegui manter os dois perto e foi o que me fez gostar tanto do fim de semana. Depois vimos Harry Potter no IMAX.

Domingo foi a mesma coisa: os 3 indo juntos pro Outback, depois cinema, depois eu voltando sozinho pro Rio.
E aqui estou na espera de voltar pra tudo.

Pedro.
x