26 novembro 2010

sua ação é válida

Para ler ouvindo: Escapulário (música: Caetano Veloso sobre poema de Oswald de Andrade)


Futuro:
O futuro é o intervalo de tempo que se inicia após o presente e não tem um fim definido. Referente a algo que irá acontecer. O futuro é o estado utilizado na mecânica clássica para dizer algo que está por vir. Que ainda não aconteceu (mas vai).

Whether it's less than a millisecond away or a billion years, its arrival is considered inevitable due to the existence of time and the laws of physics.

Fui a uma aula de Teorias da cultura 2, de um semestre mais avançado que o meu. Tive permissão da professora Dinah com quem tive muito contato na viagem a Ouro Preto. E entre todos os assuntos da aula sobre aldeias indígenas, tantas informações sobre a cultura, a identidade e suas propriedades, um detalhe que iria passar despercebido por toda sala me gritou mais alto do que todas as diferenças entre nós e os índios. Os civilizados e os primitivos. E eu parei a aula pra saber.

Segundo a professora contou sobre o seu convívio na aldeia de Quissamã, os índios não fazem projeção do futuro. Não se especula, não se questiona o que vai acontecer amanhã, daqui a pouco, ano que vem. Não há ano que vem. Existe aqui e existe agora. Quando um índio começa a pensar sobre o que vem pela frente, ou se o sol nascerá amanhã, se haverá lua a noite, ele é considerado doente.

Não há destino. O sentido da vida e a direção do tempo são guiados pelo “momento agora”.

Eu não consigo voltar pra casa, andar pela rua sem projetar o que fazer quando chegar ao meu destino. E acho que não sou só eu.

Pedro.
x