19 novembro 2010

o estrangeiro

curioso pra daná
solto no mundo de fora
todo todo
o mundo é mito
e eu da falsa maçã
pêra de vermelho
te imito
lá vai
lá vou eu de Sampa


minha ordem é samba
noutro terreiro
no meu túmulo
agitado,
porém verdadeiro
de quem nem sabe
de quem nasce lá na Vila
de outeiro
de tempero
lá vai
lá vou eu de Sampa

eu vou primeiro
somente Sampa
e nada mais.


Pedro.
x