24 agosto 2010

normais alguns mortais

Tranquilo, levo a vida tranquilo.

Aqui em Rio das Ostras falta muita coisa mas tranquilidade sobra. Deve ser o tempo aqui que é diferente de Sampa. E quando entrarmos no horário de verão o dia nunca mais vai ter fim.

Às vezes acordo, fico de preguiça na cama, tomo banho, me arrumo, tomo café, enrolo mais um pouco no pc e ainda dá tempo de chegar na aula no horário.

Outras tardes passam mais rápido depois do almoço. Mas a noite... É problema. Toda vez que escurece e parece que já se passaram horas e horas, na verdade foram minutos de noite que se arrastaram demais e dão a falsa impressão de onze e meia quando não passou das sete.

Dá tempo de ir pro violão, ir visitar os amigos, andar na praia e ainda dormir bem. Esse tempo eu quero levar comigo de volta pra São Paulo, pra qualquer lugar.

Pedro.
x