02 maio 2010

super estar com você

Sábado, 1º de Maio, dia do trabalho e dia do trabalhador. Algo já indicava que após uma Gambiarra estranha eu trabalharia muito. Mais que isso, me disponibilizaria para trabalhar a mais.

O trabalho no Itaú continua sendo uma experiência que vale investir, insistir (mesmo cansado como no dia de hoje que pareceu não ter fim) e esperar resultados. Sim, eu espero que me chamem novamente pra outras exposições. E muitas vezes sei que faço por merecer, apesar de que com o tempo, inevitavelmente, fica-se um pouco mais relapso.

Depois do trabalho e do trabalho adicional, estou indo pra um encontro de amigos pra saber da vida de todos. Apesar de serem amigos novos, todos já se integraram em mim de alguma forma. Uns mais, uns menos, outros por completo.
Hoje eu não iria. Saí ontem, cheguei tarde, trabalhei e mal parei em casa. Mas pensei sobre

Investir em relações de amizade e trabalho não é uma coisa tão distinta. Requer dedicação, esforço e até mesmo algum esforço extra para fazer com que sejam relações com projeção para o futuro, segurança, presença e retorno.

Seriam todas as relações que cativamos um plano para o que esperamos delas?

Somos interesseiros?
Impossível não pensar nisso quando estou cansado, num sábado a noite e indo para onde eu não sei onde é pois já passou de 2 pontos da linha vermelha sentido corinthians itaquera.

Mas se o interesse é mútuo, seria uma situação onde não há pecado nem perdão, acredito. Ou ao menos espero que sim.

Pedro.
x